Páginas

9 de mai de 2016

EDU FALASCHI - A New Lease of Life: 25th Anniversary Tribute (Tributo)


2016
Nacional

Nota: 10,0/10,0

Texto: Marcos "Big Daddy" Garcia


A época dos discos em tributos à bandas importantes ou mesmo a músicos parece ter acabado, tendo em vista que eles diminuíram ou sumiram do mercado. Muitos deles, como já ouvimos, eram meros caça-níquéis com intuito de divulgar bandas pequenas, outros ainda não chegavam à altura dos homenageados. Mas existem aqueles que fazem a diferença devido à qualidade musical dos grupos envolvidos. E esses valem a pena, valem o dinheiro investido.

E é surpreendente ver um desses ótimos discos feito no Brasil, justamente aqui, uma terra onde o headbanger quase não aprecia suas próprias bandas. E digamos de passagem, "A New Lease of Life: 25th Anniversary Tribute", tributo a EDU FALASCHI, é brilhante!

Antes de tudo, é preciso lembrar que o homenageado em questão é um dos maiores vocalistas do Metal brasileiro, que tem passagens por nomes importantes como VENUS, MITRIUM, SYMBOLS, e obviamente, ANGRA, que o projetou para o sucesso. Mas sejamos sinceros: segurar a barra de substituir André Mattos e ser aceito é mostra de qualidade inegável. E isso sem mencionar suas contribuições em várias bandas e projetos, como quando cantou a versão brasileira para "Pegasus Fantasy" (tema de abertura do seriado "Cavaleiros do Zodíaco"). Hoje, Edu possui não só o trabalho no ALMAH, mas ainda participa em discos de outras bandas e é um renomado produtor musical. Óbvio que existem polêmicas, mas no fundo, qual grande músico não as tem?

O interessante de "A New Lease of Life: 25th Anniversary Tribute" é a quantidade de artistas de primeira linha no Metal nacional, além de algumas atrações internacionais que fizeram bonito.

Em termos de produção, o disco é impecável. Todas as bandas deram o seu melhor em uma busca pela qualidade sonora que melhor se encaixasse na música que tocariam, mas sem descaracterizar o que elas já fazem em seus trabalhos individuais. A parte gráfica é um trabalho de Carlos Fides, é belíssima, com uma capa extremamente linda, encarte com informações de cada banda e um depoimento do próprio Edu.

É bom que se preparem previamente, pois os grupos vieram cheios de surpresa, querendo mostrar valor nessa homenagem, bem como sua personalidade. E o tracklist é de primeira, cobrindo boa parte da carreira de Edu, com mais ênfase no ALMAH e no ANGRA.

EVE DESIRE - "Angels Will Arise Again": Um belíssimo trabalho feito pela dupla de São Paulo, com belas orquestrações e arranjos melodiosos de primeira, mantendo um clima afável e introspectivo, mesmo com alguns crescendos orquestrais aqui e ali. E se saíram muito bem abrindo o tributo. 

SOULSPELL - "Spread Your Fire": Surpreendente! Esta ótima banda de Epic Power Metal mostra uma intimidade incrível com uma das grandes músicas de Edu no ANGRA, vinda de "Temple of Shadows", mas acrescentando uma dose de personalidade de primeira, como alguns momentos mais pesados. E graças aos timbres bem pessoais de seus dois vocalistas (que nada mais, nada menos, são Tim "Ripper" Owens e Ralph Scheepers do PRIMAL FEAR), mais a força das guitarras nas bases chapantes e solos de primeira. 

MELYRA - "Living and Drifting": E as primeiras damas do Metal carioca resolveram soltar o peso nesta faixa que, por si só, já é de uma pegada pesada assustadora. Podemos dizer que a canção (que vem de "Motion", do ALMAH) ganhou uma roupagem bem mais agressiva, com foco nos belos vocais e uma dupla feroz de guitarras (especialmente porque existem arranjos diferentes, especialmente nos solos), e uma cozinha rítmica de peso. Essas minas tem culhões, verdade seja dita!

NANDO FERNANDES - "Heroes of Sand": Recriar o clássico de "Rebirth", do ANGRA, não é trabalho simples. Mas vou ser forçado a perder a linha: P*** Q** O* P****, como o ANGRA não viu um vocalistas desses no Brasil? Não os critico, longe de mim, mas Nando é, seguramente, um vocalista que qualquer banda gringa do gênero iria querer.  A voz dele mixa perfeitamente agressividade, melodia, vai bem nos tons altos e nos mais baixos, sem nunca nos incomodar os ouvidos. E a canção em si é perfeita, e nesta versão ganhou um lado mais emotivo perfeito, fora o instrumental estar em alta performance. 

ALEFLA - "Golden Empire": O grupo de Taubaté pegou uma faixa de "Almah" que é bem diversificada, e permite que a banda explore bastante o lado do feeling, onde se sai muito bem, mostrando um trabalho coeso, onde os vocais femininos e masculinos se entrelaçam e criam momentos excelentes, fora o trabalho de baixo e bateria estar de primeira. 

TITTA TANI - "Bleeding Heart": Uma das participações internacionais do disco, o TITTA TANI mostra intimidade ao fazer sua versão dessa faixa complexa que vem do EP "Hunters and Preys". Mais uma vez, o grupo usa de cantos entremeados de vozes masculinas e femininas nesta balada linda e bem feita. E se percebe que eles colocaram bastante de si na canção, com alguns arranjos orquestrais bem colocados, e a emoção que a banda coloca na música é tamanha que enchem os olhos do ouvinte de lágrimas.

LETHAL RISING - "Magic Flame": Diretamente de Recife, um dos celeiros de excelentes bandas nacionais, vem o LETHAL RISING. A banda pegou outra ótima canção de "Almah" e fez uma releitura mais ao seu jeito, com um jeitão mais Prog Metal, capaz de colocar uns toques bem próprios no meio de arranjos de primeira. Basta ouvirem como a dupla de guitarras usa e abusa de solos e riffs sem nos enjoar. 
  
MR. EGO - "The Course of Nature": Mesmo sendo um grupo de Prog Metal, o MR. EGO, de Ribeirão Preto, já chega por cima da bola, na voadora, recriando com uma agressividade bruta a canção de "Aurora Consurgens". Óbvio que o trabalho técnico do grupo é excelente, e existem momentos mais etéreos e melodiosos, mas como esses sujeitos sabem descambar para a porradaria sem dó! 

THE BRAINWASH MACHINE - "Spirit of the Air": E eis mais uma participação internacional no tributo, com o ótimo trabalho do colombiano. De Bogotá, eles mostram intimidade e foram buscar em "Aqua" (último disco de Edu no ANGRA) uma canção que ganhou um jeitão mais voltado ao Prog Metal. Eles buscaram não descaracterizar a versão original, mas mesmo assim, se vê os toques pessoais da banda, especialmente porque o vocalista tem uma voz maravilhosa e o grupo inteiro capricha. 

HEAVIEST - "Warm Wind": Quem conhece o grupo, sabe que eles fazem algo mais melodioso e moderno, com uma pegada bem pesada. Mas quem tem Mario Pastore, tem tudo. Esta canção vem de "Unfold", último disco de estúdio do ALMAH até o momento, e mostra um trabalho melodioso de primeira, mas com aquela pegada mais moderna e seca que caracteriza o trabalho deles. E como não nos render ao trabalho de alto nível das guitarras, além de uma base rítmica de peso? Sobre os vocais? Queridos leitores, eu realmente preciso falar algo além de "é o Mario Pastore"? 

VALIRIA - "Introspection": E diretamente de "Call to the End" veio esta canção, mas verdade seja dita: o quarteto de New Metal soube recriar a velha canção do SYMBOLS e trazer uma versão bem diferente da original, mas mantendo as melodias. E não chegará a causar mal estar aos mais xiitas, já que o quarteto tem muita qualidade. Reparem no peso das guitarras e diversidade de timbres de sua vocalista. 

FROST VALLEY - "You Gotta Stand": Outra canção do ALMAH, novamente do "Unfold". O grupo (que vem de Bauru, em SP) deu uma modernizada nos tons, pegando bem mais pesado, quase como o METALLICA em sua fase do "Black Album", fora certa dose do Groove do Southern Rock dando as caras de vez em quando. E como essa cozinha mostra um trabalho ótimo, fora as guitarras estarem caprichadas. 

SANTAREM - "What Can I Do?": Interessante ver este experiente quarteto com essa pegada um pouco mais amena e colocando elementos dos anos 70 em uma música do primeiro disco do SYMBOLS (que leva o nome da banda). Introspectiva, mas cheia de momentos pesados, é excelente, com um trabalho de vocais e baixo lindos, evolventes. Uma curiosidade: a banda chegou a participar do "William Shakespeare's Hamlet", projeto musical que tinha a última música do SYMBOLS, que Edu gravou antes de ir para o ANGRA. 

TCHANDALA - "Scream of People": Peso e melodia em pela harmonia, algo que quem conhece o trabalho desse quinteto de Aracaju (SE) sabe fazer muito bem. Novamente, uma música de "Symbols" entrou no tributo, e mesmo respeitando o estilo original, a banda colocou muito de si, mantendo as guitarras pesadas, um trabalho de baixo e bateria muito bom, mas com vocais de primeira. 

APHRODITTE - "When and Why": O quarteto de Brasília vem encerrar o tributo com uma música de "Motion", do ALMAH. Entremeando partes amenas com uma pegada pesada e melodias mais simples, o grupo vai muito bem, especialmente porque a vocalista Winnie Farias mostra uma voz ótima, além de ser uma intérprete de primeira. Mas isso não faz com que guitarras, baixo ou bateria fiquem em segundo plano, longe disso. A banda é bem homogênea, e soube dar aquela dose de emoção que a canção pede. 

Minha única queixa: por que raios alguém esqueceu de "Stormy Nights", música do SYMBOLS no "William Shakespeare's Hamlet". 

No mais, parabéns às bandas (que honraram muito bem o legado do homenageado), à MS Metal Records (por investir em um projeto dessa magnitude, sem medo), a EDU pelos 25 anos de uma carreira de primeira, enfim, a todos que, de uma forma ou de outra, permitiram que "A New Lease of Life: 25th Anniversary Tribute" fosse o que é: um tributo que transcende o lado musical e exalta um dos maiores nomes do Metal brasileiro.

E o melhor de tudo: a parte II ainda vem por aí, logo, espero que alguém pegue "Stormy Night" e faça uma releitura.




Músicas:

1. EVE DESIRE - Angels Will Arise Again
2. SOULSPELL - Spread Your Fire
3. MELYRA - Living and Drifting
4. NANDO FERNANDES - Heroes of Sand
5. ALEFLA - Golden Empire
6. TITTA TANI - Bleeding Heart
7. LETHAL RISING - Magic Flame
8. MR. EGO - The Course of Nature
7. THE BRAINWASH MACHINE - Spirit of the Air
8. HEAVIEST - Warm Wind
9. VALIRIA - Introspection
10. FROST VALLEY - You Gotta Stand
11. SANTAREM - What Can I Do
12. TCHANDALA - Scream of People
13. APHRODITTE - When and Why


Contatos:

Edu Falaschi (Site Oficial)
Almah (Site Oficial)
Youtube (Edu Falaschi)
Youtube (Almah)
Facebook (Edu Falaschi)
Facebook (Almah)
Twitter (Edu Falaschi)
Twitter (Almah)

MS Metal Agency Brasil (Assessoria de Imprensa - Edu Falaschi)
MS Metal Agency Brasil (Assessoria de Imprensa - Almah)